#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » Em dia de treino fechado, Jucilei concede entrevista coletiva no CT da Barra Funda

Nesta quinta-feira, em treino fechado, o técnico Dorival Júnior tentou corrigir o posicionamento dos jogadores, para o clássico contra o Palmeiras, neste domingo, às 16 horas (de Brasília), pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. O elenco tricolor realizou trabalhos de fortalecimento muscular e atividades funcionais no Reffis. Em seguida, já no campo principal do CCT da Barra Funda, os jogadores aqueceram com uma atividade aeróbia.
Dorival reuniu o grupo para uma rápida conversa no centro do campo, antes de iniciar o treino tático. De acordo com relato do site oficial do clube, o trabalho foi intenso e paralisado algumas vezes pelo comandante, para que ele passasse instruções e corrigisse o posicionamento dos jogadores. No treinamento da última quarta-feira, que foi aberto à imprensa, Dorival armou o time titular com a seguinte formação: Sidão; Buffarini, Arboleda, Rodrigo Caio e Edimar; Petros; Marcos Guilherme, Jucilei, Hernanes e Cueva; Lucas Pratto.
A diretoria resolveu abrir o treino de sábado, às 9 horas, para a torcida, no Morumbi. Foram disponibilizados 30 mil lugares nas arquibancadas vermelha e amarela do estádio. A entrada acontecerá a partir das 8h30 e será liberada para quem levar 1kg de alimento, exceto sal e açúcar. A exemplo do que ocorreu nesta quinta-feira, o treino da manhã desta sexta-feira será realizado com portões fechados, no CCT da Barra Funda. Apenas o aquecimento dos jogadores poderá ser acompanhado pelos jornalistas.
O volante Jucilei tratou de minimizar nesta quinta-feira o péssimo retrospecto do São Paulo no reformado Palestra Itália. Em entrevista coletiva, no CCT da Barra Funda, o volante lembrou que o Palmeiras não vence no Morumbi desde 2002. “Sabemos que jogar lá é difícil, mas também tem 15 anos que o Palmeiras não ganha no Morumbi. Temos de ganhar lá, sabemos que vai acontecer, que seja no domingo. Tabu existe para ser quebrado. Clássico é sempre difícil, decidido em detalhes, temos que ganhar. Nossa situação é muito mais difícil do que a do Palmeiras, estamos na zona de rebaixamento. Vamos tentar fazer o melhor e vencer, que vença o São Paulo. O primeiro turno nos prejudicou, tivemos nove derrotas, agora é continuar trabalhando, não tem outro jeito, o resultado tem que vir”, encerrou.

Foto: Djalma Vassão

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply