#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » Gabriel Jesus: "Se fosse para pensar em voltar, seria no Palmeiras"

O meia Philippe Coutinho será reserva da Seleção Brasileira contra o Equador, na noite de quinta-feira, na Arena do Grêmio. Willian ocupará a sua posição, como ocorria no início da trajetória do técnico Tite no comando da equipe. A escalação foi feita no início do treinamento que a Seleção realizou no Beira-Rio, na tarde desta terça-feira. O jogador do Liverpool não participou dos primeiros jogos do time inglês na temporada, alegando dores nas costas. A presença de um recuperado Coutinho na Seleção, portanto, irritou torcedores do Liverpool. O atleta deseja se transferir para o Barcelona, porém o clube inglês segue resistente às vultuosas investidas do espanhol.
Tite separou os seus titulares para uma atividade de ajuste de posicionamento, sem uma equipe adversária. Apenas os primeiros 25 minutos de movimentação foram liberados para registros. Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Marcelo; Casemiro, Paulinho, Willian, Renato Augusto e Neymar; Gabriel Jesus, deve ser o Brasil que vai a campo contra o Equador.
Gabriel Jesus concedeu entrevista coletiva ao final desta Terça-feira. Aqui abrimos Aspas para alguns trechos:

CONVOCAÇÃO PARA A COPA
Estamos falando de Brasil, são muitos jogadores de qualidade... Eu venho fazendo meu trabalho. Penso em fazer uma bela temporada. E quando chegar aqui, fazer por merecer a vaga e mostrar que posso realizar esse sonho. Eu vou lutar por isso - disse Jesus, titular desde o início do trabalho de Tite na Seleção.

LUAN, O FILHOTE
Acho que não só eu como todo mundo sabe que ele tem futebol para jogar em muitos clubes grandes da Europa. Sempre vou torcer para ele, é meu filhote, bato ele na sinuca, no vídeo game, no ping pong. É meu filho. Mas sempre vou torcer para ele ser feliz 

UM ANO NA SELEÇÃO
Fico muito contente por depois de um ano ver que consegui realizar um sonho de criança que é vestir a camisa da Seleção e ajudar meus companheiros. Fico feliz com a confiança de todos. Que seja um bom jogo, que possamos colocar o nosso futebol para conquistarmos mais uma vitória.

INÍCIO NA INGLATERRA
Para muitos parece que a adaptação foi fácil. É bom chegar tendo o apoio de todos para a adaptação. Mas estava muito frio, não sabia falar o idioma... Ainda bem que levei minha família, Fernandinho e Fernando me ajudaram, e o clube me deu todas as condições. Fico muito feliz com meu início no City. Agora é pensar na Seleção. Espero mais uma vitória.

EQUADOR
Não tem adversário fácil. Quando eles enfrentam a Seleção jogam com mais vontade. Temos que superar isso. Pensamento só em ganhar o jogo.

NEYMAR
Se for para eu recompor por ele, pelo Willian, pelo Coutinho, vou recompor em prol do Brasil. Eu consigo ajudar muito o time sem a bola, também. Eu vou sempre ajudar. Eu não sei se vai facilitar para ele (a ida para o PSG), mas vou torcer muito para que ele consiga conquistar essa Bola de Ouro. É questão de tempo que ele possa conseguir.

GERAÇÃO MAIS VALIOSA?
É complicado. Eu prefiro falar que temos que jogar para merecer. O mercado está assim. Está sendo bem valioso. O Neymar merece. O Coutinho merece. Se eu fizer por merecer, vou merecer. Questão de valor é com o clube. O clube vê o quanto que vale para pagar.

TITE E GUARDIOLA
Eu não vou saber muito diferenciar os dois, mas parecem ser iguais em questão campo, questão tática, dão muito valor à intensidade do time, à recomposição, à pressão, não vir para trás. Nisso, eles se parecem muito. Não à toa, o Guardiola ganhou o que ganhou, e o Tite ganhou o que ganhou.

ELOGIOS E BRONCAS DE GUARDIOLA
Ele me elogia, mas também pega muito no meu pé (risos). Fico chateado quando não faço gol. A última​ vez que ele pegou no meu pé foi por causa disso. Ele me viu chateado no treino e reclamou. Disse que sou muito alegre e que tenho de ficar feliz. Guardiola demonstra muito carinho por mim, me ajuda muito em campo.

FUTURO RETORNO AO BRASIL
Eu não sei. Estou focado no City. Meu retorno para o Brasil está muito distante. Penso em permanecer muito tempo. Se fosse para pensar em voltar, seria no Palmeiras.

EXPERIÊNCIA NA EUROPA
Não mudou muita coisa, não. Eu sou menino normal, que saiu daqui do Brasil e foi. Faz 10 meses que saí do Brasil. Não mudou muita coisa. Estou um pouquinho mais calejado, estou levando muita pancada lá. Se eu tiver oportunidade de disputar uma Copa, espero estar bem mais maduro e experiente.

IMPORTÂNCIA DA FAMÍLIA
Não é à toa que estão sempre comigo. Já dando uma bronca, dona Vera, Manchester te espera. Chega do Brasil. Eu sou muito colado à minha família, meu irmão e meus amigos sempre me ajudam. Minha mãe dá esporro quando tem que dar esporro, elogia quando tem que elogiar. Isso faz uma diferença imensa, ter a família do lado. Eles fazem a diferença para eu só pensar a jogar.

Foto: Pedro Martins/Mowa Press

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply