#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » Jadson: "Em 2004, com o Atlético-PR, a gente acabou deixando escapar"

O meia Jadson concedeu entrevista coletiva nesta Terça-feira no Centro de Treinamento do Corinthians e falou desde a ansiedade pela conquista do título brasileiro até a permanência na próxima temporada no Timão.

A expectativa pelo título

“Criou-se uma expectativa muito grande da torcida, até mesmo aqui dentro do clube, nossa equipe não pode perder essa oportunidade. É entrar concentrado para conseguir esse título que vai ser muito importante para todo mundo, principalmente os garotos, que não sabem o que é ser campeão brasileiro aqui”

Experiência passada

“Em 2004, com o Atlético-PR, a gente acabou deixando escapar. Tomara que a gente possa ser campeão novamente, não só por mim, mas para os jovens que não sabem o que é isso ainda. O campeonato é longo, tem muitas rodadas pela frente. Temos de saber lidar com essa diferença que criamos”

O ano de 2018

“Com certeza, se der tudo certo, estou aqui. Vou ficar aqui. Pretendo conquistar esse título que eu não tenho na carreira pelo Corinthians”

As derrotas

“A nossa equipe sabia que uma hora a derrota ia chegar. Não esperávamos perder esses dois jogos em casa, eram jogos importantes para conseguir manter essa distância para os concorrentes. Nossa equipe tem que se manter concentrada, trabalhar com os pés no chão porque todos os jogos serão difíceis daqui para frente”

Concorrentes

"Eu não acompanho muito as notícias das outras equipes, mas deve ser uma forma de o treinador não deixar o grupo largar o campeonato e manter um time pela frente. Não só o (Reinaldo) Rueda (técnico do Flamengo). mas as outras equipes também. Tem que sempre ter um objetivo para conseguir as vitórias”

A vantagem de 10 pontos

“É um campeonato muito disputado, você acaba fazendo as contas, temos nosso objetivo de conquistar esses pontos. Eu sei e todos sabem que o Brasileiro é muito difícil, esse saldo de 10 pontos para o Grêmio, é complicado a gente perder quatro seguidas e eles vencerem as quatro. Não é impossível, mas é complicado. Sabemos que a diferença é boa”

Foto: Djalma Vassão

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply