#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » » No Brinco, Internacional vence e amplia série de partidas sem vencer do Guarani

O Internacional, no estádio Brinco de Ouro, venceu o Guarani pelo placar de 2 a 0. Com o resultado, o Inter chegou aos 33 pontos e está a três do líder América-MG. Já, o Guarani permaneceu com 28 pontos e continua despencando na tabela. O Bugre atingiu a marca de seis jogos seguidos sem vencer. As equipes terão uma semana para treinar antes de voltar a campo pela 20ª rodada da Série B. Na sexta-feira, às 19h15 (de Brasília), o Guarani encara outro gaúcho, o Brasil-PEL no estádio Bento Freitas. Já, o Internacional joga no sábado, às 16h30 (de Brasília), no estádio Beira-Rio contra o Londrina.
O Guarani, em dois minutos de jogo, teve três oportunidades de alçar a bola à área adversária, com uma falta e dois escanteios. Porém, nenhuma das oportunidades levou perigo à meta defendida por Danilo Fernandes. Aos 14 minutos, os jogadores colorados fizeram uma bela troca de passes até chegar na ponta esquerda de ataque. O meia D’Alessandro cruzou para a área e o atacante William Pottker apareceu para cabecear, mas a bola passou por cima do gol. Em um lance acidental, o zagueiro Klaus acertou o rosto do atacante Bruno Nazário, que teve que sair de campo, e foi substituído por Luiz Fernando. Enquanto Nazário era atendido fora de campo, o Internacional abriu o placar no Brinco de Ouro. O volante Edenílson encontrou William Pottker pela direita da área e cruzou na outra ponta onde surgia Eduardo Sasha livre para finalizar e balançar as redes aos 25 minutos. No lance mais perigoso do primeiro tempo, aos 31 minutos, Leandro Damião foi lançado na esquerda e invadiu a área, mas concluiu fraco para a defesa do goleiro Leandro Santos.
Na segunda etapa, em uma bobeada da defesa do Bugre, Leandro Damião perdeu a oportunidade de ampliar o marcador. O atacante se adiantou ao jogador Betinho, passou pelo goleiro, mas demorou para concluir. Quando chutou, a bola explodiu em cima do zagueiro. No rebote, Damião tentou uma bicicleta, mas para a linha de fundo. Aos 6 minutos, Richarlyson acionou Gilton pela ponta esquerda. O lateral invadiu a área e cruzou rasteiro. A bola passou na frente de todos na pequena área, com muito perigo, e saiu do outro lado. Dois minutos depois, em cobrança de lateral, Gilton mandou para a área e Richarlyson subiu cabeceando na primeira trave com muito perigo. O goleiro Danilo Fernandes se jogou e espalmou a bola escanteio. Aos 17 minutos, o atacante William Pottker invadiu a área pela direita e carregou a bola até a linha de fundo, cruzando rasteiro. A redonda chegou a sair com a bola pela linha de fundo, mas o árbitro não percebeu. No meio da pequena área, Leandro Damião perdeu outro incrível gol chutando alto por cima da meta. O Guarani teve boa chance aos 25 minutos. Em troca de passes pela esquerda de ataque, a bola rodou até chegar no pé do volante Lenon. De fora da área, o jogador arriscou um chute colocado e quase encobriu o goleiro Danilo Fernandes, mas saiu pela linha de fundo. Aos 34 minutos, Claudio Winck lançou o atacante Nico López pela esquerda, que carregou a bola até o final do campo. Na linha de fundo, o uruguaio passou pela marcação pela marcação e cruzou rasteiro para o meio da área onde Claudio Winck aparecia para chutar e ampliar o placar. Ainda aos 34 minutos, quase que a lei do ex apareceu na partida. O zagueiro Victor Cuesta e o goleiro Danilo Fernandes se atrapalharam, o atacante Eliandro se aproveitou e tocou para Renteria no meio da área. O colombiano chutou, mas Claudio Winck apareceu para tirar a bola quase em cima da linha.

FICHA TÉCNICA

GUARANI 0 X 2 INTERNACIONAL

Local: Estádio Brinco de Ouro, Campinas (RS)
Data: 05 de agosto de 2017, sábado
Horário: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Michael Correia (RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ)
Público: 9.890 pagantes
Renda: R$ 182.925
GOLS: Eduardo Sasha, aos 25 minutos do primeiro tempo; Claudio Winck, aos 34 minutos do segundo tempo
CARTÕES AMARELOS: Evandro e Genílson (Guarani); Uendel (Internacional)

GUARANI: Leandro Santos; Lenon, Genilson, Diego Jussani, Gilton; Betinho (Kevin), Richarlyson, Evandro, Bruno Nazário (Luiz Fernando), Fumagalli (Renteria); Eliandro.
Técnico: Vadão

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Claudio Winck, Klaus, Victor Cuesta, Uendel; Rodrigo Dourado, Edenílson, D’Alessandro (Charles), Eduardo Sasha (Camilo) e William Pottker; Leandro Damião (Nico López)
Técnico: Guto Ferreira

Foto: Djalma Vassão

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply