#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » » Palmeiras é derrotado nos pênaltis e está eliminado da Libertadores


Na noite desta quarta-feira, diante de mais de 38 mil torcedores no Estádio Palestra Itália, o Barcelona de Guaiaquil perdeu por 1 a 0 no tempo normal, mas ganhou por 5 a 4 nos pênaltis e eliminou o time brasileiro nas oitavas de final. Na semifinal do Campeonato Paulista, caiu para a modesta Ponte Preta e, nas quartas da Copa do Brasil, deu adeus contra o Cruzeiro. A 15 pontos do líder Corinthians no Campeonato Brasileiro, o Palmeiras tem como meta encerrar o torneio na zona de classificação à Copa Libertadores. Pela 20ª rodada do torneio nacional, às 16 horas deste domingo, o time comandado pelo técnico Cuca entra em campo para enfrentar o Vasco, no Raulino de Oliveira.
O Palmeiras tratou de tomar a iniciativa desde o começo. Dudu, em cobrança de falta, e Deyverson, em uma cabeçada, levaram algum perigo. Na melhor chance do time visitante durante a etapa inicial, Castillo foi lançado pela direita e Jailson ficou no meio do caminho. O equatoriano cruzou e Caicedo, do lado oposto, mandou para fora. O zagueiro Edu Dracena entrou em campo, já que o colombiano Yerry Mina precisou deixar a partida de maneira precoce por lesão.
No intervalo, Cuca trocou Roger Guedes por Moisés, deslocando Dudu para a ponta direita. Aos 5 minutos, em um contra-ataque, Moisés lançou Dudu pela direita e correu. O camisa 10 recebeu de volta, limpou a marcação de Caicedo dentro da área e finalizou com categoria.
O Barcelona respondeu e acertou a trave direita do goleiro Jailson em um chute rasteiro desferido por Álvez. O Palmeiras carimbou o travessão do goleiro Banguera com Keno após cruzamento de Bruno Henrique. Dudu, lesionado, acabou substituído por Guerra. O Palmeiras exagerou nos chutões da defesa e não conseguiu criar novas chances de gol. A exemplo do Barcelona, o que levou a decisão para os pênaltis.
Pelo Palmeiras, converteram Guerra, Tchê Tchê, Keno e Moisés. Bruno Henrique desperdiçou. Pelo Barcelona, converteram Álvez, Oyola, Segundo Castillo e Caicedo. Diaz teve a chance de encerrar a disputa, mas parou em Jailson. Nos alternados, Ayovi marcou e Egídio perdeu. Assim, o time equatoriano ganhou por 5 a 4.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 1 (4) x (5) 0 BARCELONA DE GUAIAQUIL

Local: Estádio Palestra Itália, em São Paulo (SP)
Data: 9 de agosto de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (Brasília)
Árbitro: Nestor Pitana (ARG)
Assistentes: Hernan Maidana e Juan Pablo Belatti (ARG)
Público: 38.310 pagantes
Renda: R$ 3.343.320,49
Cartões amarelos: Edu Dracena e Thiago Santos (PAL); Castillo, Oyola, Caicedo (BAR)
Gol:
PALMEIRAS: Moisés, aos 5 minutos do 2º Tempo. Nos pênaltis, Guerra, Tchê Tchê, Keno e Moisés marcaram
BARCELONA: Nos pênaltis, Álvez, Oyola, Segundo Castillo, Caicedo e Ayovi marcaram

PALMEIRAS: Jailson; Tchê Tchê, Mina (Edu Dracena), Luan e Egídio; Thiago Santos e Bruno Henrique; Roger Guedes (Moisés), Dudu (Guerra) e Keno; Deyverson
Técnico: Cuca

BARCELONA: Banguera; Pineida (Valencia), Aimar, Velasco, Arreaga, Minda (Segundo Castillo), Oyola, Marcos Caicedo, Ayoví, Castillo (Diaz) e Álvez
Técnico: Guillermo Almada

Foto: Fernando Dantas

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply