#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » Com Tavares de volta a equipe titular, São Paulo se prepara para o clássico

O técnico Dorival Jr, no único treino aberto à imprensa nesta semana que antecede o clássico contra o Corinthians, domingo, no Morumbi, deu amostras de que poderá fazer algumas mudanças em relação à equipe que vinha atuando nos últimos jogos. O treinador são-paulino,  sinalizou que Júnior Tavares pode seguir na lateral-esquerda, retomando a vaga que até então pertencia a Edimar. O elenco do São Paulo foi a campo nesta terça-feira no CCT da Barra Funda muito mais leve. Quem atuou como titular trabalhou menos do que o restante do grupo, que seguiu treinando no gramado até mesmo durante a entrevista com os três jogadores que atenderam a imprensa: Hernanes, Marcos Guilherme e Petros.
O elenco fez um aquecimento com bola em que todos tinham de trocar de posição e seguir “rodando”. Depois, Dorival Jr comandou uma atividade em campo reduzido, dividindo os atletas em quatro grupos. Em uma parte do gramado, os jogadores considerados reservas tinham de trabalhar a bola e tentar chegar ao gol adversário. Já na outra parte, os titulares, separados em dois time, juntamente com o meia Thomaz, tinham de empurrar a bola para o fundo de um dos quatro mini-gols dispostos na zona de jogo. O único titular que acabou atuando com os reservas no treino desta terça foi o argentino Jonatan Gomez, que substituiu Jucilei, suspenso, no duelo contra o Vitória. Já Edimar, que também teve de ficar ausente contra o Rubro-Negro baiano para cumprir suspensão, viu Júnior Tavares trabalhar com os jogadores que costumam iniciar as partidas, fato que pode ser um sinal de que o jovem lateral-esquerdo irá assumir o setor no clássico contra o líder do Brasileirão.
O São Paulo irá com força total para o confronto contra o Corinthians, domingo, às 11h (de Brasília). Apenas Morato, lesionado desde o primeiro semestre, e Wellington Nem, que se recupera de uma cirurgia no joelho direito, seguem trabalhando no Reffis. A previsão, inclusive, é que ambos só voltem a jogar em 2018. Hernanes comparou o clássico à uma luta de boxe: “Temos que saber que a gente é como um boxeador. Se defende também, sem abrir mão do que a gente tem treinado, que é tentar manter a posse de bola, e golpeando, mas sem sair da nossa organização”.

Foto: Fernando Dantas

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply