#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » » Atlético-PR e Chapecoense não saem do zero na Baixada

Diante de uma Chapecoense fechada na Arena da Baixada, o Atlético Paranaense não passou de um empate sem gols. Com o resultado o Furacão chegou aos 42 pontos, na nona colocação. A Chape, por sua vez, ocupa a 12ª posição, com 39 pontos ganhos. Na próxima rodada, o Atlético Paranaense enfrenta o Cruzeiro, no domingo, 05 de novembro, no Mineirão. Já a Chapecoense terá pela frente, no mesmo dia, o Sport, na Arena Condá, em Chapecó.
Aos quatro minutos, Thiago Heleno recebeu cruzamento e testou firme para grande defesa de Jandrei. O árbitro, na sequência, parou o lance para marcar o impedimento. Aos seis minutos, Ribamar partiu para cima da marcação catarinense e soltou o petardo, por cima da meta. A primeira chance da Chape quase foi fatal, aos 15 minutos, com a bola viva na área, nos pés de Wellington Paulista, que arrematou para Thiago Heleno tirar quase em cima da linha. A equipe visitante conseguiu segurar a pressão inicial e equilibrar as ações. Aos 24 minutos, Guilherme partiu para a jogada individual e cruzou na pare, mas ninguém conseguiu se colocar para completar o lance. Aos 33 minutos, Sidcley subiu no meio da área e testou para fora, com desvio no meio do caminho. Mais uma cabeçada no meio da área catarinense, aos 40 minutos, com Thiago Heleno fazendo Jandrei trabalhar.
Para a segunda etapa, o ritmo do jogo continuava ruim, com a Chape se defendendo bem e procurando pouco o ataque. Aos nove minutos, a torcida se levantou com Nikão, que recebeu na área, tentou de voleio, obrigando Jandrei a fazer grande defesa. Aos 12 minutos, Wanderson aproveitou cruzamento para testar no cantinho e Jandrei defendeu. No rebote, Thiago Heleno passou da bola. Aos 17 minutos, Nikçao recebeu bom passe de Jonathan e bateu forte, em cima da zaga, facilitando a saída de Jandrei. A torcida já se mostrava apreensiva nas arquibancadas. Aos 20 minutos, Pavez tentou cruzar e isolou. Aos 28 minutos, lançamento para Ribamar, que chegou atrasado e facilitou a saída de Jandrei. A Chapecoense teve a chance de matar, aos 36 minutos, com Apodi cruzando rasteiro e Wanderson mandando para o lado do próprio patrimônio, sendo salvo por Weverton. O time catarinense se fechou ainda mais e o jogo não fluía na Arena.

ATLÉTICO-PR 0 X 0 CHAPECOENSE

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 28 de outubro de 2017, sábado
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (Fifa/BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)
Cartões amarelos : Lucho (Atlético-PR); Apodi, Jandrei, Canteros e Fabrício Bruno (Chapecoense)

ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonathan, Wanderson, Thiago Heleno e Fabrício; Pavez, Lucho González (Matheus Rosseto) e Guilherme; Nikão, Sidcley (Felipe Gedoz) e Ribamar (Douglas Coutinho).
Técnico: Fabiano Soares

CHAPECOENSE: Jandrei, Apodi, Douglas, Fabricio e Reinaldo; Moises, Amaral (Elicarlos), Luiz Antonio (Nadson) e Canteros; Arthur (João Pedro) e Wellington Paulista
Técnico: Gilson Kleina

Foto: Fábio Wosniak/CAP

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply