#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » Enquanto 16 jogadores voltam, Carille abre as portas do Corinthians a Gabigol

Dono de vínculo com 16 jogadores espalhados para o Brasil, o Corinthians espera usá-los para abater o valor de mercado de jogadores pretendidos. Dentre os nomes liberados por Carille durante o ano, os que mais se destacam são os dos atacantes Mendoza e Lucca, autores de oito e 11 gols no Campeonato Brasileiro, respectivamente, vistos como aqueles que mais evoluíram com relação ao estágio em que deixaram o Timão. O caso do colombiano chama a atenção por se tratar de um atleta que declaradamente não interessava ao Alvinegro desde que retornou do empréstimo ao New York City FC, no começo do ano. O bom desempenho do atleta no Bahia fez com que a diretoria pensasse em arquitetar sua cessão definitiva aos baianos em troca do meia Zé Rafael, bastante elogiado pela comissão técnica. Como o contrato do avante é válido até o final de 2018, a avaliação é que dificilmente o clube conseguirá uma boa venda com seus direitos. Lucca, por sua vez, tem vínculo até julho de 2019 e foi alvo do Nantes-FRA no meio do ano. A expectativa é que, caso o atleta livre a Ponte Preta do rebaixamento, haja uma valorização e consequente maior busca pela sua contratação. Se não houver negócio, o treinador disse seguidas vezes que gosta do futebol do atleta.
Além da dupla, nomes pouco badalados como os zagueiros Rodrigo Sam, Yago e Vinícius Dell’Amore, os volantes Jean e Alan Mineiro, e os atacantes Gabriel Vasconcelos, Gustavo, Bruno Paulo e Luidy, são trunfos para possíveis negociações. O goleiro Douglas, do Avaí, e o lateral esquerdo Guilherme Romão, do Oeste, devem ser integrados ao elenco em 2018. O meia Marlone, que tem contrato até o final de 2019, dificilmente será aproveitado. Guilherme está cedido ao Atlético-PR até o final do ano que vem enquanto Cristian, no Grêmio, tem vínculo válido apenas até dezembro.
O atacante Gabriel Barbosa, o Gabigol, não vive seus melhores momentos no Benfica, em Portugal, porém, teve as portas abertas pelo técnico Fábio Carille caso queira retornar ao seu país:
“Eu gosto desses desafios, eu gosto”, disse o treinador, em entrevista concedida à Fox Sports, “Claro que não trabalhei com ele, mas o Gabigol e o Gabriel Jesus têm algo que falta muito nos meninos de hoje: a ambição de fazer o gol”, elogiou o comandante, tecendo críticas aos outros produtos do esporte nacional incumbidos de fazer gols. Sei que os dois ficam treinando finalização depois do treino. A maioria dos meninos hoje, se a bola não chegar, está tudo bem, não ficam incomodados com isso. Para eles, não. Eu tenho essa impressão muito positiva dentre os nomes que eu já joguei contra”.

Foto: Marcelo Malaquias/Divulgação

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply