#futebolrc

    ...
... ... ... ... ...

Notícias

Rádios
Rádios
Rádios
Rádios
» » » » » O Grêmio é Tricampeão da Libertadores

O Grêmio é campeão da Libertadores depois de 22 anos de espera. O título veio após a vitória por 2 a 1 contra o Lanús, no estádio La Fortaleza, na Argentina. Os gols da partida foram marcados por Fernandinho e Luan, para o Grêmio, e por Sand, para o Lanús. No agregado de resultados, o placar foi 3 a 1 para os brasileiros. O Tricolor diminuiu a vantagem hermana de nove vitórias contra cinco dos brasileiros em confrontos diretos nas decisões do torneio continental. A conquista ganhou ares ainda mais especiais e mitológicos com o time campeão sendo comandado pelo ídolo gremista Renato Portaluppi. O técnico Jorge Almirón, do Lanús, teve a ausência do zagueiro Diego Braghieri, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Para a posição, o treinador grená escalou o zagueiro Marcelo Herrera. O Grêmio também teve um desfalque defensivo. O zagueiro argentino Walter Kannemann não pode atuar por estar suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Com isso, Bressan substituiu o companheiro de time.
Antes de iniciar o jogo, o árbitro fez um minuto de silêncio pelo um ano da tragédia com o voo da Chapecoense. os cinco minutos, o zagueiro García Guerreño, do Lanús, recebeu um cartão amarelo por uma entrada forte no meia gremista Ramiro. O primeiro chute a gol foi do Grêmio. Após boa troca de passes pela esquerda de ataque, aos nove minutos, Lucas Barrios tocou para Luan que passou para Fernandinho dentro da área. O extrema esquerda chute cruzado rasteiro, mas o goleiro Andrada defendeu a finalização. Um minuto depois, o Lanús tentou responder. O atacante Sand encontrou Alejandro Silva no meio, ele passou por dois marcadores e chutou de longe. A bola subiu muito e passou sob a meta defendida por Marcelo Grohe. Aos 14 minutos, o volante Arthur foi lançado na área e escorou para o centroavante Lucas Barrios. O gremista pegou de primeira, de fora da área, e mandou para fora, sem perigo ao gol defendido por Andrada. O Tricolor Gaúcho abriu o placar aos 27 minutos de jogo. O ataque era do Lanús, mas após a zaga afastar os jogadores do Lanús fizeram uma lambança com o rebote e deram um ótimo contra-ataque para o Grêmio. O atacante Fernandinho reparou a redonda e correu todo o campo até a área adversária, onde finalizou na saída do goleiro Andrada. A bola foi parar nos fundos da rede. Dois minutos depois, o Lanús teve uma falta perto da grande área para cobrar. O lateral-esquerdo Velázquez bateu com perfeição e o goleiro Marcelo Grohe saltou para fazer uma bela defesa e espalmar para escanteio. Aos 30 minutos, em contra-ataque gremista, Ramiro passou para Edílson, na direita, o lateral arriscou o chute. A bola saiu torta, mas no meio da área Arthur colocou o pé na redonda, que por pouco não entrou no ângulo esquerdo de ataque. O time grená teve boa chance aos 39 minutos. Sand tocou de calcanhar para Martínez, que arriscou de primeira, contudo a bola passou longe da meta. O Grêmio ampliou o marcador aos 41 minutos. Após ser lançado pelo volante Jailson, o atacante Luan dominou a redonda com classe e foi passando pelo marcadores com uma tranquilidade inexplicável até ficar cara-a-cara com o goleiro Andrada e dar um toque encobrindo o arqueiro Andrada, balançando mais uma vez as redes. O Lanús tentou descontar aos 43 minutos. Mais uma vez, Sand encontrou Martínez. O meia fez uma boa tabela com Gómez e concluiu para fora.
As duas equipes retornaram para a segunda etapa sem modificações. Aos cinco minutos, o volante Arthur deixou o jogo com dores no calcanhar. O companheiro Michel entrou no lugar. No banco de reservas, o garoto de 21 anos chorou bastante após a substituição. Aos 10 minutos, o Lanús chegou com muito perigo. Após boa troca de passes entre os jogadores grená, Sand entrou na área e tocou para Acosta. O atacante tentou o chute que explodiu em Bressan. No rebote, na esquerda da área, novamente, Sand finalizou, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora. Em cobrança de falta na direita de ataque gremista, o lateral Edílson ergueu a redonda na área para o centroavante Lucas Barrios, que apareceu na esquerda desviando de cabeça. Quase que pintou o terceiro gol gremista. O atacante Sand foi derrubado na área por Jailson. O árbitro assinalou o pênalti. O próprio Sand foi para a cobrança e descontou o placar. O goleiro Marcelo Grohe pulou para um lado e a bola entrou no outro canto. Com o gol, o atacante se isolou na artilharia da Libertadores, com nove tentos. Aos 30 minutos, após a zaga gremista afastar a bola, Marcone ficou com o rebote e arriscou de fora da área. A redonda passou perto do gol defendido por Marcelo Grohe e assustou a torcida do Grêmio. Após o Lanús não fazer o fair play, o meia Ramiro fez uma falta dura e recebeu cartão amarelo. Contudo, o gremista seguiu reclamando e o árbitro expulsou o jogador. O Grêmio ficava com um atleta a menos em campo faltando um pouco mais de cinco minutos para o término da partida. Aos 44 minutos, o Luan desperdiçou a chance de matar a partida. Em contra-ataque puxado por Fernandinho, o atacante tocou para o camisa 7 que recebeu livre na área e tentou um toque por cima do goleiro Andrada. A redonda passou tirando tinta da trave. Após cinco de acréscimos, o Grêmio se sagrou tricampeão da Copa Libertadores da América.

FICHA TÉCNICA
LANÚS 1 X 2 GRÊMIO

Local: Estádio La Fortaleza, em Lanús (ARG)
Data: 29 de novembro de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (horário de Brasília)
Árbitro: Enrique Cáceres (PAR)
Assistentes: Eduardo Cardozo (PAR) e Juan Zorrilla (PAR)
Cartões amarelos: Lanús: García Guerreño, Velázquez; Grêmio: Edílson, Jailson, Bruno Cortez, Ramiro
Cartão vermelho: Grêmio: Ramiro

GOLS:
Lanús: José Sand, aos 27 minutos do 2T
Grêmio: Fernandinho, aos 27, e Luan, 41 minutos do 1T

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Bressan (Rafael Thyere) e Bruno Cortez; Jailson, Arthur (Michel), Ramiro, Luan e Fernandinho; Lucas Barrios (Cícero).
Técnico: Renato Portaluppi

LANÚS: Andrada; José Gómez, Guerreño, Marcelo Herrera (Marcelino Moreno) e Maxi Velázquez (Denis); Marcone, Pasquini, Román Martínez, Alejandro Silva (Rojas) e Lautaro Acosta; José Sand.
Técnico: Jorge Almirón

Foto: JUAN MABROMATA/AFP

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply