Últimas Notícias

Corinthians vence clássico e chega a três vitórias no Paulista

No estádio do Pacaembu, o Corinthians fez valer o mando de campo e diante de 34.358 superou o São Paulo por 2 a 1 na tarde desse sábado na capital paulista. O confronto válido pela quarta rodada do Campeonato Paulista mostrou o já conhecido bom entrosamento entre Jadson e Rodriguinho no meio de campo do Timão e um Tricolor ainda ineficiente no ataque. Com o terceiro triunfo seguido no Estadual, os comandados de Fábio Carille chegam a nove pontos, tranquilos na ponta do grupo A. Por outro lado, Dorival Júnior tem com o que se preocupar depois de somar apenas quatro pontos. Ponte Preta, São Caetano e Santo André podem levar o Tricolor à lanterna do Grupo B com o complemento dos jogos.
No primeiro minuto de jogo, Juninho Capixaba resolveu se lançar ao ataque. Rodriguinho recebeu do lateral na entrada da área e só deu um tapa por cima da zaga tricolor. Jadson entrava com total liberdade e, mesmo de pé esquerdo, soube aproveitar dúvida de Sidão no lance para bater de primeira, abrir o placar e levar o Pacaembu ao delírio. O São Paulo sentiu o golpe. Atordoada, a zaga de Dorival Júnior pouco pouco não viu Rodriguinho marcar um golaço, passando por três adversários com direito a ‘drible da vaca’. Rodrigo Caio interceptou. Uma cabeçada de Militão por cima do travessão após cobrança de escanteio foi a primeira chegada um pouco mais perigoso, já aos 14 minutos.
Diego Souza, apagado entre Balbuena e Pedro Henrique passou a aparecer nas pontas em busca de espaço. Em compensação, Jadson e Rodriguinho causavam frisson com suas tabelas de toques rápidos e cirúrgicos no meio de campo. Após uma delas, Sidão teve de trabalhar para evitar o gol de Rodriguinho. Shaylon resolveu arriscar chute da entrada da área. A bola explodiu na trave esquerda de Cássio, que havia acabado de tomar um remédio para pressão. Aos 25 minutos, a defesa do Corinthians parou para assistir Militão cruzar a bola por toda a extensão da área até Brenner. O garoto chegou fuzilando e colocou o São Paulo no jogo de novo. Em lances subsequentes, Kazim teve gol anulado por dominar a bola com o braço, Rodriguinho obrigou Sidão a trabalhar, até que Balbuena teve toda a liberdade do mundo para aproveitar cobrança de escanteio e cabecear para o fundo do gol. 
Na etapa final, em apenas cinco minutos, Juninho Capixaba falhou duas vezes. Na primeira, o lateral foi salvo por Balbuena, que tirou a bola de Brenner em cima da linha. Em seguida, Marcos Guilherme chegou a botar a bola na rede. Sorte do Timão e de Capixaba que o meia estava em posição irregular e foi flagrado pelo auxiliar.
Fábio Carille resolveu sacar Kazim e apostar em Júnior Dutra. Fábio Carille ainda sacou Rodriguinho para a entrada de Maycon e deu chance a Guilherme Romão no lugar de Juninho Capixaba. Dorival Júnior mandou Paulinho e Reinaldo a campo nas vagas de Shaylon e Edimar, respectivamente. Nada mudou. Os minutos finais foram marcados até por um certo marasmo. 

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 2 X 1 SÃO PAULO

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 27 de janeiro de 2018, sábado
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli e Luiz Alberto Nogueira
Público: 31.972 pagantes / 34.358 total
Renda: R$ 1.278.027,50

Cartões amarelos: Romero, Gabriel, Júnior Dutra (Corinthians); Jucilei, Diego Souza, Petros (São Paulo)

GOLS:
Corinthians: Jadson, a 1 minuto, e Balbuena, aos 33 do 1T.
São Paulo: Brenner, 24 minutos do 1T

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Juninho Capixaba; Gabriel, Romero, Jadson, Rodriguinho (Maycon) e Clayson; Kazim (Júnior Dutra)
Técnico: Fábio Carille

SÃO PAULO: Sidão; Éder Militão, Rodrigo Caio, Anderson Martins e Edimar (Reinaldo); Jucilei; Marcos Guilherme, Petros, Shaylon (Paulinho) e Brenner (Caíque); Diego Souza
Técnico: Dorival Júnior

Foto: Sergio Barzaghi

Nenhum comentário