Colunas

O improvável e o provável: Thiago Santos e Jaílson são heróis no Palmeiras

O Palmeiras, no Estádio Palestra Itália, com um pênalti defendido por Jailson e gols do volante Thiago Santos, ganhou de virada do Red Bull por 2 a 1. Com nove pontos em três partidas, o Palmeiras passa o São Bento e retoma a liderança do Grupo C do Campeonato Paulista. O Red Bull, por sua vez, amarga sua primeira derrota no torneio estadual e, com apenas dois pontos, figura no terceiro lugar do Grupo D. Pela quarta rodada do Campeonato Paulista, às 17 horas (de Brasília) deste domingo, o Palmeiras volta a campo para enfrentar o Bragantino, no Estádio Nabi Abi Chedid. Já o Red Bull, às 19h30 de segunda-feira, utiliza o Moisés Lucarelli para receber o Linense.
No primeiro lance de perigo da partida disputada no Palestra Itália, Deivid cruzou da direita e Eder Luis completou para boa defesa de Jailson. O Palmeiras respondeu com Borja, que recebeu lançamento de Lucas Lima, avançou com a bola dominada e chutou para intervenção do ex-corintiano Júlio César. O Red Bull conseguiu inaugurar o marcador aos 23 minutos do primeiro tempo. Em uma jogada pelo lado esquerdo, Breno Lopes recebeu livre e cruzou sem ser incomodado. Eder Luis se antecipou ao lateral Victor Luis e usou a cabeça para superar o goleiro Jailson. O Palmeiras igualou o marcador ao apenas aos 47 minutos da etapa inicial. Lucas Lima cobrou falta pela direita e o volante Thiago Santos, em posição duvidosa, empatou de cabeça.
O Palmeiras pressionou desde o começo do segundo tempo. Júlio César salvou o Red Bull em chutes de Borja e Dudu e ainda viu a bola sair com perigo após cabeçada do centroavante colombiano. Em um dos poucos ataques do Red Bull no segundo tempo, o árbitro José Cláudio Rocha Filho viu pênalti do zagueiro Antônio Carlos sobre Eder Luis. Na cobrança, Rodrigo Andrade bateu para defesa de Jailson, que ainda evitou o gol no rebote diante de Nininho. Pouco depois, aos 34 minutos do segundo tempo, Andrade foi expulso por falta em Thiago Santos. Com o meia Alejandro Guerra no lugar de Borja, o Palmeiras procurou o gol da virada. Aos 42 minutos da etapa complementar, Thiago Martins cruzou da direita, a bola passou por todo o mundo e Thiago Santos completou para garantir a virada do time da casa.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 2 X 1 RED BULL

Local: Estádio Palestra Itália, em São Paulo (SP)
Data: 25 de janeiro, quinta-feira
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Jose Claudio Rocha Filho (SP)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli e Eduardo Vequi Marciano (SP)
Público: 26.559 pagantes
Renda: R$ 1.520.285,80
Cartões amarelos: Thiago Santos e Victor Luis (PAL); Nininho, Rodrigo Andrade, Júlio César e Éder (RBB)
Cartão vermelho: Rodrigo Andrade (RBB)
Gols:
RED BULL: Eder Luis, aos 23 minutos do 1º Tempo
PALMEIRAS: Thiago Santos, aos 47 minutos do 1º Tempo e aos 42 minutos do 2º Tempo

PALMEIRAS: Jailson; Mayke, Antônio Carlos, Thiago Martins e Victor Luis; Thiago Santos e Tchê Tchê (Bruno Henrique); Keno (Willian), Lucas Lima e Dudu; Borja (Guerra)
Técnico: Roger Machado

RED BULL: Júlio César; Nininho, Ewerton Pascoa, Tiago Alves (Anderson Marques) (Doriva) e Breno Lopes; André Castro, Éder e Rodrigo Andrade; Deivid (Everton Silva), Edmílson e Éder Luís
Técnico: Ricardo Catalá

Foto: Sergio Barzaghi

Nenhum comentário