Colunas

Classificado em "Paes": São Paulo vence São Caetano e vai as Semis

O gramado do Estádio do Morumbi e os seus arredores no bairro da zona Sul de São Paulo estiveram com a água no pescoço tal como a equipe São Paulina na noite desta Terça-Feira. Mas os salva vidas Tricolores apareceram para evitar que o clube, que disputava a sua oitava edição de Quartas do Paulista seguida, afundasse diante de um São Caetano que ja possuía a vantagem da vitória por um gol de diferença adquirido na partida de sábado no Estádio Anacleto Campanella. Os nomes dos salvadores principais do barco Tricolor se dão a chamar por Trellez e Diego Souza, mas os coadjuvantes também tiveram grande importância, como o goleiro do Azulão, Paes e os meias Lucas Fernandes e Nenê. Trellez, um dos mais criticados nas redes sociais por sua atuação na primeira etapa, esteve atento no recuo de bola para o goleiro Paes, que substituiu Helton Leite, inicialmente titular no campeonato, mas que ainda na fase de classificação retornou do empréstimo ao Botafogo para tratamento de uma lesão. Os dois passos que o arqueiro da equipe deu para trás custaram a eliminação do clube. Trellez se antecipou e após desviar a bola, completou de cabeça para o gol. O primeiro dele com a nova camisa após vir do Vitória. Nenê, com um lindo passe de calcanhar, alcançou Lucas Fernandes, que havia entrado sob vaias no lugar do lesionado Valdívia ainda no intervalo, que cruzou para o recém entrado Diego Souza, na função de meia, cabecear para a menina beijar a trave e não antes de tocar novamente as mãos de Paes e entrar para alagar de alegria o coração do torcedor Tricolor. Para calar a opinião de muitos, o São Paulo se classificou.
No primeiro minuto de jogo, Tréllez recebeu passe de Militão na entrada da área, viu Paes adiantado e bateu por cobertura na direção do ângulo esquerdo. O goleiro do São Caetano evitou o gol do São Paulo. Aos três, Marcos Guilherme disparou pela direita, cruzou na área buscando Tréllez, mas a bola ganhou efeito e foi direto no travessão. Aos vinte e quatro, Sandoval fez recuo de bola do meio de campo forte demais, Paes não conseguiu o domínio, mas se recupera e manda para escanteio. Aos quarenta e um minutos, Alex Reinaldo cruzou da direita na área, Militão se antecipou a Chiquinho e cortou parcialmente. Ferreira ganha, rola de lado e Nonato finaliza forte à direita da meta de Sidão.
No intervalo, substituição forçada no São Paulo. Saiu Valdívia, com dores na coxa, e entrou Lucas Fernandes. Aos dez, Lucas Fernandes foi lançado na área pela esquerda, cortou Alex Reinaldo e bateu cruzado. A bola passou raspando a trave direita. Seis minutos depois, Liziero soltou a pancada da entrada da área, a bola explodiu em Tréllez e caiu nos pés de Nenê, que bateu de primeira para o fundo das redes. O bandeira apontou impedimento de Tréllez no lance. No minuto seguinte saiu Marcos Guilherme e entrou Caíque. Aos dezenove, o goleiro Paes recebeu um recuo de bola de Alex Reinaldo, demorou para chutar e foi travado por Tréllez. A bola ganhou altura, foi na direção do gol e Tréllez cabeceou para o fundo das redes. Após disputa de bola no meio de campo, Reinaldo e Diego Rosa bateram boca, amarelo para os dois. Pintado promoveu mudança dupla no São Caetano. Saiu Diego Rosa e entrou Marino, saiu Alex Reinaldo e entrou Pedro. Aos trinta e nove, Nenê foi ao fundo pela esquerda, deu um toque de calcanhar para trás e Lucas Fernandes cruzou na área. Diego Souza, que havia entrado a pouco no lugar de Liziero,  cabeceou no canto esquerdo, a bola bateu na trave e tocou na mão de Paes para entrar no gol. Classificação garantida, não antes sem Petros levar cartão amarelo por invadir o campo na comemoração do gol.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 X 0 SÃO CAETANO

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 20 de março de 2018, terça
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Salim Fende Chavez
Assistentes: Miguel Caetano Ribeiro da Costa e Gustavo Rodrigues de Oliveira
Público: 17.899 torcedores
Renda: R$ 414.726,00
Cartão Amarelo: Reinaldo, Diego Souza e Petros (São Paulo); Diego Rosa (São Caetano)
Cartão Vermelho: –
Gols:
SÃO PAULO: Tréllez, aos 19, e Diego Souza, aos 39 minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Sidão; Éder Militão, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Jucilei e Liziero (Diego Souza); Marcos Guilherme (Caíque), Nenê e Valdívia (Lucas Fernandes); Tréllez
Técnico: Diego Aguirre

SÃO CAETANO: Paes; Alex Reinaldo (Pedro Costa), Sandoval, Max e Bruno Recife; Ferreira, Vinícius Kiss, Nonato (Niltinho) e Chiquinho; Ermínio e Diego Rosa (Marino)
Técnico: Pintado

Foto: Fernando Dantas/ Gazeta Press

Nenhum comentário