Colunas

Nos pênaltis, Peixe garante vaga nas semifinais do Paulistão

Santos passa pelo Botafogo e avança no Paulistão (Foto: Guilherme Dionízio / Estadão)
Na noite desta quarta-feira (21), o Santos confirmou seu favoritismo e eliminou o Botafogo/SP na Vila Belmiro. Após a insistência do 0x0 no tempo normal, o Peixe assegurou a classificação na disputa por pênaltis, definido pela imprecisão das cobranças.

O primeiro tempo foi marcado pelo ímpeto das equipes, apesar das poucas chances. A primeira oportunidade surgiu somente aos 19 minutos, quando Bruno Moraes recebeu de Danielzinho e ficou frente a frente com Vanderlei porém se atrapalhou e o arremate parou no arqueiro santista.

Com poucas ideias e investindo nos cruzamentos, o Alvinegro Praiano começou a despertar na etapa final. Léo Cittadini invadiu a área em alta velocidade e acabou despencando após contato com Naylhor. Responsável pelo apito, Leandro Bizzio Marinho deixou o jogo seguir não apenas nesta, mas em outros dois lances de Gabigol.
Polêmica: Gabigol dividiu espaço na área com Diones e caiu. (Flagrante: GloboEsporte.com)
“Vocês viram, eu ganhei a frente dele e fui empurrado. Achei que foi pênalti, isso foi bem nítido”, se queixou o centroavante santista.

Depois de 180 minutos monótonos, a vaga nas semifinais do Paulistão 2018 foi decidida nas penalidades e a camisa acabou pesando. Gabriel, Diogo Vitor e Arthur Gomes marcaram para o Santos, enquanto Jheimy acertou o único disparo dos visitantes.

Agora, o Peixe aguarda seu adversário na próxima fase do torneio, que sairá do confronto entre Palmeiras e Novorizontino. Para mudar o cenário apenas um triunfo do Bragantino nos pênaltis contra o Corinthians. Na ocasião, o Leão do Mar pegaria o São Paulo.

FICHA TÉCNICA
Santos (3) 0x0 (1) Botafogo/SP

Local: Vila Belmiro, em Santos/SP
Data: 21 de Março de 2018
Horário (de Brasília): 19h30

Árbitro: Leandro Bizzio Marinho
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Daniel Paulo Ziolli

Santos: Vanderlei, Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Dodô; Alison; Sasha (Vitor Bueno), Léo Cittadini, Jean Mota (Diogo Vitor) e Rodrygo (Arthur Gomes); Gabigol. Técnico: Jair Ventura

Botafogo: Tiago Cardoso, Marcos Martins, Naylhor, Plínio (Carlos Henrique) e Mascarenhas; Willian Oliveira, Diones, Lucas Taylor (Jheimy), Danielzinho (Cafu) e Dodô; Bruno Moraes. Técnico: Léo Conde

Pedro Marques (@pedromarquesrc)

Nenhum comentário