Colunas

Corinthians perde para o Independiente da Argentina e classificação começa a ficar ameaçada


Nesta quarta-feira (2) em jogo válido pela 4ª rodada do grupo 7 da Libertadores da América, O Corinthians perdeu para o Independiente da Argentina por 2 a 1. Com a derrota, o Timão segue líder com 7 pontos e os argentinos assumem a vice-liderança com 6. Deportivo Lara da Venezuela também tem 6 pontos.

Benitez comemora gol do Independiente diante do Corinthians Foto UOL

O jogo

A partida mal começou e o Independiente abriu o placar. GOL! Aos 2 minutos, com o Corinthians dormindo ainda, o time argentino fez bela jogada, com linha de passe. Bola cruzada na área, Cássio salvou na primeira, mas no rebote Benítez empurrou para a rede. 1 a 0.

Ainda acordando do sono profundo com o qual entrou em campo, os donos da casa levaram outro susto aos 6’. Meza foi lançado pela direita e chutou. Cássio salvou o que resultaria no segundo revés alvinegro.

A consequência seria a boa e famosa retranca argentina, além da cera de sempre. Mas aos poucos, os “Hermanos” perceberam que os brasileiros não despertavam do sono profundo, e passaram a atacar mais. GOL! Aos 24 minutos, após cobrança de escanteio, Romero sobe para cortar e manda para as redes alvinegras. 2 a 0 Independiente, silenciando ainda mais a Arena em Itaquera.


Romero marca gol contra na Arena Corinthians. Foi o segundo do Indepndiente

GOOOLL!!! Aos 31 minutos, a primeira boa trama do ataque corintiano. Romero se redimiu em parte, fez o pivô e deu belo passe para Jadson. Este recebeu livre na entrada da área, e só colocou no canto do goleiro, diminuindo o prejuízo.

Com o gol, o time alvinegro passou a acertar mais passes e agredir os argentinos. Sequência de escanteios para os donos da casa, Romero cabeceou e o goleiro Campaña fez uma defesa do tamanho de Buenos Aires.

Um primeiro tempo como há muito não se via. Erros de defesa do Corinthians e Rodriguinho, peça importante da engrenagem de Carille, apagado no jogo.

O time brasileiro voltou do vestiário com Marquinhos Gabriel no lugar de Mateus Vital. Com 15 minutos, nada mudou. O Timão seguia numa noite infeliz, muitos erros de passes e tecnicamente abaixo do que estamos acostumados a ver. O Independiente sem a bola marcava com o time inteiro atrás da linha da bola. As chances de gol eram escassas. 

Somente aos 18’, em falta cruzada na área, Figal cabeceou por cima da meta de Cássio.

Em seguida Marquinhos Gabriel chutou, mas Campaña fez fácil defesa. 22’, cobrança de escanteio para o Timão. Romero desviou e Rodriguinho furou, sozinho com o gol aberto.

Aos 30’, linda jogada individual de Pedrinho pela direita do ataque, ele cruzou rasteiro para a área, Jadson chutou e a bola desviou na zaga e se perdeu pela linha de fundo.  

EXPULSÃO!!! Após falta cometida em cima de Pedrinho, Sheik deu uma de troglodita e agrediu gratuitamente com um chute o jogador Sanchez Miño do Independiente. O experiente jogador nem tocou na bola. Entrou apenas para atrapalhar!

Pelo texto, deu para perceber que Sheik enterrou qualquer chance de empate para o Corinthians.

Opinião

O Independiente fez um excepcional primeiro tempo. Objetivo e eficaz, marcou os dois gols e poderia ter feito mais. O Corinthians errou passes demais, e individualmente Rodriguinho principalmente, fez um jogo muito abaixo da média. Na segunda etapa o time melhorou, mas Fábio Carille deveria ter colocado Pedrinho em campo antes do Marquinhos Gabriel.

Foi uma noite infeliz dos corintianos, e uma ótima noite dos argentinos. Precisamos saber reconhecer que tinha um bom adversário do outro lado. Alerto também que está na hora de considerar que o risco de o Corinthians não se classificar é real.

A sequência

Na próxima rodada, o Timão enfrenta o Deportivo Lara na Venezuela no dia 17 de maio. O Independiente por sua vez, vai à Colômbia pegar o Millonarios.


FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 X 2 INDEPENDIENTE
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 2 de maio de 2018, quarta-feira
Horário: 21:45 horas (de Brasília)
Árbitro: Victor Carrillo (PERU)
Assistentes: Jonny Bossio e Victor Raez (PERU)
Cartões amarelos: Sanchez Miño, Amorebieta, Meza, Silvio Romero, Figal (Independiente)
Cartão vermelho: Emerson Sheik (Corinthians)
Gols: Jadson 31’ do 1º tempo (Corinthians)
          Benítez 2’ do 1º tempo; Romero contra 24’ do 1º tempo (Independiente)
CORINTHIANS: Cássio, Mantuan, Balbuena, Henrique e Sidcley (Pedrinho); Gabriel e Maycon; Romero, Rodriguinho, Jadson (Emerson Sheik) e Mateus Vital (Marquinhos Gabriel). Treinador: Fábio Carille.
INDEPENDIENTE: Campaña; Figal, Franco, Amorebieta e Domingo; Sanchez Miño, Bustos, Diego Rodríguez (Gaibor), Benítez (Gastón Silva), Meza e Silvio Romero (Gigliotti). Treinador: Ariel Holan.



Nenhum comentário