Colunas

Corinthians cede empate contra o Santos, e ficou barato


Na noite desta quarta-feira (6) o Corinthians recebeu o Santos na Arena em Itaquera e ficou no empate por 1 a 1 pela 10ª rodada do Brasileirão. Os gols foram marcados por Róger e Victor Ferraz no segundo tempo.

Gabriel e o time inteiro do Corinthians sofreram para marcar o atacante Rodrygo

Foi o primeiro clássico de Osmar Loss. Ele melhorou o time com a entrada de Romero e mudança de esquema para o 4-2-3-1, tendo desta feita Róger como homem de referência.
Ao menos nesta partida, pudemos ver um pouco da ideia do novo treinador. Mudou o esquema, colocou um home de área, e as jogadas do time fluíram um pouco mais. A equipe foi mais agressiva, porém faltou objetividade em alguns lances.

O Santos foi melhor como time, criou mais chances claras e Walter trabalhou muito mais.
Porém, mais uma vez Loss pisou na bola. O Timão abriu o placar aos 6 minutos do segundo tempo, e mais uma vez recuou. Não quero somente por a culpa nele, as vezes o próprio time acaba fazendo isso, mas cabe ao comandante cobrar de seus atletas.

E por fim, mais uma vez não foi feliz nas alterações. Tirou Pedrinho aos 37’ da etapa final e colocou Mateus Vital. Pedrinho não chegou a fazer uma partida brilhante ou irretocável, mas era o mais lúcido dentro de campo e o único que tentava algo diferente.

O fato é que, mais uma vez o time sentou em cima da vantagem no placar. E clássico não permite isso. O Santos perdeu várias oportunidades claras. O empate ficou barato para o Corinthians.

Nenhum comentário