Notícias

O "Choro" de Neymar não convenceu

Por Peter Müller*

Ao término da partida entre Brasil e Costa Rica, valendo pela segunda rodada do grupo E da Copa do Mundo, na qual a seleção brasileira venceu no sufoco por dois a zero no apagar das luzes como dizemos na gíria do futebol. O craque da seleção brasileira, Neymar Junior, caiu em prantos bem no circulo central chamando a atenção de todos por essa sua cena pós jogo. 

Eu entendo que a postura do Neymar ao "chorar" no grande circulo ao fim da partida, foi de uma tremenda falta de estratégia midiática. Com todo o respeito aos admiradores do jogador, mas eu não caí nessa. 

Pra falar a verdade, eu nunca acreditei no choro do Neymar após a conquista da medalha de ouro olímpica, não acreditei no choro após a eliminação do Barcelona para a Juventus na Champions, só acreditei no choro dele quando fraturou o pé no campeoanto francês.   

O Neymar gosta muito de chamar toda atenção para si, gosta de se fazer de vitíma como se tivesse um grande inimigo torcendo contra ele, não gosta de críticas que é algo normal em todas as profissões e no futebol mais ainda pois é um esporte que mexe com a emoção de milhões de adeptos pelo mundo e eu não acredito na justificativa de que ele esteja sofrendo uma carga emocional muito grande e por isso aquela cena. 

Na minha opinião, a cena protagonizada pelo atacante da seleção brasileira nada mais foi de querer chamar a atenção de todos pra si, como se ele fosse um coitadinho sendo perseguido por tudo e por todos e heroicamente consegue vencer no final como acontece nos dramáticos filmes High School norte americanos, e por isso todo aquele choro dramático de superação no final da partida.

Pra finalizar com chave de ouro, o astro da seleção brasileira ainda publicou na sua rede social: 


O que foi que ele passou pra chegar até lá? Quem são os papagaios? Fazer o que? Superação contra a Costa Rica? A vida é dificil pra todo mundo, não só pro Neymar. 

Eu fiz essa postagem com o intuito de fazer uma crítica a postura do jogador, que eu acho completamente desnecessária nessa altura de sua carreira que aos 26 anos já coleciona várias conquistas que muitos craques nem sonham em conquistar. É um jogador que dentro de campo é respeitado pela sua qualidade técnica, está entre os top 5 do mundo, mas em algumas atitudes é preciso crescer e ser mais inteligente na hora de articular qualquer cena pra chamar atenção além do seu grande futebol.

Nenhum comentário