Notícias

Brasileirão: sentimentos que vão da euforia à depressão


Após 14 rodadas do Brasileirão 2018, temos um G4 com Flamengo (30 pontos), São Paulo (29), Internacional (26) e Cruzeiro (24 pontos). Mas destes supostos quatro postulantes ao título nacional, ninguém encanta.



Parte da imprensa esportiva já fala que Flamengo e São Paulo desgarraram dos demais, que se o tricolor perder o jovem promissor Éder Militão diminui seu favoritismo. Outros dizem que o Flamengo por ter um treinador tão jovem, sem o devido tamanho para o rubro-negro e que, por muitas vezes se perde na montagem do time, pode não ter o devido fôlego para enfrentar um campeonato tão longo e equilibrado como o nosso.

O que quero trazer a baila aqui, é como de uma maneira geral, vamos da euforia a depressão em instantes. Foram apenas dois jogos depois do período de Copa do Mundo, portanto entendo que é muito pouco para se polarizar a disputa do certame, independentemente das equipes.

Vale lembrar que o Flamengo já vem ficando no cheirinho há algumas temporadas. Perdeu para o Tricolor paulista na volta do mundial e venceu um Botafogo que é bastante limitado. Quanto ao tricolor paulista, o fato de ter vencido o próprio clube carioca na semana passada, quando permitiu a um time bem desarrumado pressioná-lo e quase empatar o jogo, e ter derrotado seu maior rival, o Corinthians, com autoridade até, mas todo remendado e desmanchado, o desempenho em campo ainda não os credenciam a postular o caneco ao final do ano. E hoje depende muito de veteranos como Nenê e Diego Souza, ao passo que a base vem cada vez mais ganhando espaço. Aguirre ainda precisa ser provado, e a questão goleiro precisa ser resolvida. 

Talvez, de todos que compõem o G4 neste momento, o Cruzeiro seja o que mais entrega dentro de campo, porém com resultados irregulares tal como o Colorado, que hoje frequenta o grupo dos melhores, mas que pouca gente comenta. Vale ressaltar que com a vitória sobre o Ceará na noite de ontem, o Inter chegou a 10 jogos de invencibilidade.

Tenhamos um pouco mais de parcimônia para analisar. Creio que Grêmio e Palmeiras ainda tem muito para crescer no Brasileirão. Tem muita água para passar por debaixo da ponte, e bola para rolar no gramado. Lembremos que a janela de transferências ficará aberta até o final do mês de agosto, e isso pode transformar demais as equipes. Tanto para pior, como para melhor. E isso pode gerar uma terceira fase do campeonato.

Vamos parar com estes extremos. Cada semana tem um time brilhante no Brasil. Se ganha, vamos a euforia. Se perde, voltamos à depressão.

Classificação atualizada após 14 rodadas*

* Santos e Vasco têm um jogo a menos.


Nenhum comentário