Notícias

São Paulo enfim se livra de Cueva


O Tricolor do Morumbi teve um período de Copa do Mundo bastante movimentado. Chegaram ao clube o brasileiro Bruno Peres (lateral-direito de origem, mas que também atua pelo meio) por empréstimo da Roma. O atleta tem vínculo com o Torino da Itália. Também veio o atacante equatoriano João Rojas de 29 anos que atuava pelo Talleres da Argentina.

Substanciais, foram as saídas de jogadores do clube do Morumbi. Petros foi para o Al-Nassr da Arábia Saudita por R$ 22 milhões, Marquinhos Cipriano (base) foi para o Shakhtar Donetsk da Ucrânia por R$ 3,1 milhões. Além deles, o lateral esquerdo Júnior Tavares vai por empréstimo à Sampdoria da Itália numa transação de R$ 4,5 milhões.

Cueva vai embora do São Paulo com desprezo de boa parte da torcida

Mas sem dúvida, o maior alívio para a torcida e para os cofres são-paulinos foi a negociação do meia Cueva. Um ótimo negócio tendo em vista todo o desrespeito demonstrado pelo peruano para com a instituição e para com a torcida do São Paulo, que inclusive gerou desprezo por boa parte dos torcedores. Cueva vai para o Krasnodar da Rússia, evidenciando que além de participar da Copa, o peruano teve outros afazeres por lá durante o mundial.

O valor da negociação divulgada pelo clube foi de R$ 36 milhões. Tecnicamente uma perda razoável, mas ainda tem o meia Nenê. Este sim está em ótima fase e segundo o próprio jogador, pretende se aposentar no clube paulista.

A diretoria também disse que Éder Militão só sairá agora se for uma proposta muito boa. Ao todo o clube arrecadou R$ 65,6 milhões com as transações. Valor interessante para o clube se movimentar no mercado e repor o elenco.


Nenhum comentário